Está aqui

 

Quem somos

O ensino e a formação profissionais proporcionam competências

Cerca de metade da população da União Europeia adquire competências para o primeiro emprego através do ensino e formação profissionais, mas são ainda mais as pessoas que continuam a desenvolver essas competências e a adquirir outras novas através da formação contínua e da aprendizagem no local de trabalho. Este aspeto é cada vez mais importante, na medida em que a mão-de-obra da Europa está a envelhecer, enquanto as tecnologias e os tipos de empregos evoluem com maior celeridade.

Para que a UE disponha das competências adequadas para os empregos atuais e futuros, a formação deve ter uma qualidade elevada. É necessário adotar políticas capazes de garantir que as pessoas adquirem as aprendizagens adequadas; que as suas competências, independentemente de terem sido adquiridas através de uma formação formal ou da prática no local de trabalho, são reconhecidas, e que podem obter a formação necessária quando dela necessitam.